CalendárioFAQBuscarInícioPortalMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Arte Sagrada da Quiromancia

Ir em baixo 
AutorMensagem
Mollie E. Palmer
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012
Idade : 20
Localização : Hogwarts

Histórico Bruxo.
Varinha: Faia / 23 cm / Maleável / Pelo de Hipogrifo
Animal de Estimação: Mandragora
Galeões:
9223372036854775807/9223372036854775807  (9223372036854775807/9223372036854775807)

MensagemAssunto: A Arte Sagrada da Quiromancia   Qua Abr 25, 2012 1:27 pm

A Arte Sagrada da Quiromancia
autor desconhecido
Este artigo é uma transcrição de um livro, que possui direitos autorais.
O conteúdo dos livros pode ou não ser imaginação de seu autor.


A Arte Sagrada da Quiromancia

A primeira coisa que se repara ao ler uma mão é ver o karma da pessoa, para saber esta regra básica: como se observa a força dos planetas indicadores do que é chamado em sânscrito (a antiga língua indiana) de PUNYA - o mérito, o que a vida atual traz como resultado de atividades virtuosas do passado, como a facilidade para obter as coisas.
Os planetas benéficos, como são chamados, são Júpiter, Vênus, a Lua (quando cheia) e o Sol; embora este na astrologia seja considerado maléfico, por causa de seu aspecto destrutivo, na mão ele é quem dá a medida da satisfação, ou seja, é o indicativo da felicidade conquistada. Como sabemos, na Antiguidade os astros Lua e Sol eram considerados genericamente como planetas.
Existe um plano de vida que nós trazemos, e dentro do qual nos movemos, ascendendo ou aproveitando mal as oportunidades; estas, como dissemos, são mais favoráveis para aqueles que possuem bons aspectos planetários. Por isso, embora o principal seja o bom uso de nosso livre-arbítrio, temos uma carga mais ou menos pesada de influências externas, resultantes das atividades de vidas passadas - o destino.
Na quiromancia a Lua é o principal planeta, assim como a principal linha é a linha da cabeça; porque a Lua representa a mente, a capacidade mental, a inteligência, a memória receptiva e o aprendizado; assim como a linha da cabeça, que também define como pensamos. A Lua também diz das facilidades da vida, da obtenção e do recebimento; se ela é forte em uma mão, não só as bênçãos chegam na forma de conquistas materiais, como também a inspiração espiritual e o desenvolvimento psíquico são acentuados, a intuição e sensitividade mostram-se mais sutis. O amor e a família, o sentido protetor, a ligação com os pais, especialmente a mãe, vêem-se neste aspecto. Estão presentes aqui então os aspectos básicos de nossa vida; por isso a força da Lua outorga sabedoria e paz interior.
Júpiter é o segundo planeta em importância quanto ao karma. Ele ganha força à medida que se realiza atividades nobres, generosas, humanitárias. Quanto mais forte ele está, mais inspirada é a pessoa para essas ações. É, por excelência, o planeta demonstrativo do PUNYA. Júpiter é a ética, a moral, a espiritualidade, a religiosidade, o princípio filosófico, a justiça. Porém ao mesmo tempo seu volume indica o status, o padrão de vida que a pessoa terá. Vemos aqui a personalidade externamente manifesta, como o grau de auto-estima, a autoconfiança, a capacidade de liderança, assim como a busca do prazer refinado.
Vênus é o planeta do amor, da compaixão, da bondade, da caridade, da amizade. Quando um indivíduo tem tendência espiritualista, este planeta acentua a devoção, e mostra-se forte nas mãos. Mas também a leveza, o humor, a alegria de viver, se vê neste planeta. Quanto melhor for sua posição, mais benevolente é a pessoa, e não lhe faltará recursos materiais; é também um indicador de estética, e a arte, assim como toda apreciação de beleza, também se observa aqui. A estética é o olhar idealista da vida, a contemplação da harmonia, tanto das coisas materiais como da alma: virtudes que harmonizam o convívio do indivíduo com seus semelhantes e com os demais seres do universo.
O Sol indica o sucesso: seu brilho mostra o destaque, a projeção, o reconhecimento, a fama, o progresso, o carisma, o esplendor externo; mas diz também da felicidade adquirida, da honra, da veracidade, grandeza e magnanimidade, que são virtudes que iluminam por dentro o ser. Sua luz ilumina as metas, a origem da vocação, da inspiração criativa, as tendências vocacionais, o rumo a seguir, interna e externamente, tanto em questões profissionais quanto nos valores de vida em geral. Assim como a luz dissipa a escuridão, o saber elimina a ignorância, e a luz do Sol representa também o desejo de saber e a busca de informação em estudos ou em experiências de vida.
Mercúrio é um planeta neutro, adaptando-se ao contexto do horóscopo; pode ser benéfico ou maléfico conforme a associação de planetas: pode apresentar uma forma inteligente de fazer o bem ou o mal. É o regente natural da profissão; por ele se vê a realização, mas ser bem sucedido não é o mesmo que ser realizado. Mostra a habilidade mercantilista, a facilidade de fazer dinheiro; também aponta as tendências intelectuais, a comunicação, a oratória, a fala, a agilidade no trabalho. Tudo isso bem direcionado possibilita organizar-se socialmente; mas se a natureza da pessoa não lhe fornece uma ética, essas virtudes podem transformar-se em armas para subir na vida sem se importar com o custo humano-espiritual. É a linha da profissão, e mostra o nível de realização ocupacional, o desempenho nos estudos, a memória, a concentração, a disciplina, a regulação horária, e a intuição.
Os planetas maléficos são assim chamados por sua má influência sobre outros planetas, e não porque inexistam virtudes neles. Quando um desses astros sobressai, sua ação arrasta o horóscopo, tornando-se determinante na personalidade e no destino da pessoa, complicando bastante a vida. Assim como os benéficos facilitarão a obtenção das coisas e a conquista das metas, os maléficos as retardarão; assim como as virtudes dos primeiros são suaves e delicadas, as dos últimos são duras e firmes, enrijecendo a personalidade.
Saturno é o indicador do destino; mostra-nos os obstáculos, mas é também que inspira a responsabilidade para assumir o dever e enfrentá-lo. É também ele quem outorga a paciência, a temperança para continuar até o fim; dá equilíbrio interior para agir com bom-senso, o esforço para a auto-superação e a independência mental para andar com as próprias pernas; confere ainda maturidade e assunção das próprias idéias.
Marte é o espírito de luta, a determinação, a perseverança, o realismo, o pragmatismo, a coragem, o poder. Por sua influência a pessoa põe os pés na terra, pois dá o desejo de materialidade necessário para se ter paixão pela vida, para saber enfrentar os problemas e reagir, levantar quando vem as adversidades, e a confiança necessária para se afirmar como indivíduo, defender o que lhe pertence e lutar pelo que ambiciona. É o poder para abrir caminhos na vida, a dureza para suportar oposições e opositores; a resistência mental e física para dinamizar a ação, a energia e a firmeza que impulsionam o pensamento para o movimento e sua execução.
Os nódulos lunares nem sempre são considerados pelos astrólogos e estudiosos ocidentais com a importância que os orientais lhe conferem. Na astrologia hindu eles têm o status de planetas, e na quiromancia ocupam o centro da palma da mão. Possuem um efeito oposto entre si, e os dois juntos falam do equilíbrio psíquico, da paz mental, da amplitude de conceitos, da firmeza de idéias e das manifestações do inconsciente.
O nódulo norte tem uma força hedonista, de prazer inconseqüente, sem limites e com apego; seu efeito é entorpecente, às vezes místico, às vezes vicioso; por ele vemos também a condição econômica na forma de ganhos.
O nódulo sul é austero, desapegado; sua influência leva à introspecção e à aceitação das perdas; às vezes místico, às vezes supersticioso, aí se vê a auto-sugestão e as somatizações; também se percebem aí os desastres econômicos. Eles conduzem ao mistério, à magia e ao ocultismo, assim como aos vícios, ao álcool e às drogas, dependendo se sua ação conjunta tem um saldo positivo ou negativo.
A linha de vida revela a constituição física em geral. Por ela vemos a resistência, a predisposição física, as possíveis datas ou épocas em que a saúde pode ser afetada, por doenças ou acidentes, assim como uma provável longevidade. Como ela rodeia a região de Vênus, também se observam aí características emocionais, de relacionamentos amistosos e familiares.
A linha da cabeça é a mais importante, porque revela a capacidade mental. Aí se analisa o tipo de mentalidade, a direção dos pensamentos, sua profundidade, a visão analítica, o controle mental, o temperamento, a dedicação e a auto-exigência intelectual.
A linha do coração fala sobre os afetos e a vida amorosa. Mostra como se manifestarão os sentimentos, o que se espera do outro, como se lida com as relações, como será a vida sentimental, quando acontecerão os fatos mais importantes desta área e, de modo mais amplo, como se vê a humanidade, os desejos em relação a ela, o comprometimento e a postura social. Estas três linhas são as mais visíveis e as que menos manifestarão mudanças e alterações.
A linha do destino mostra o nível de obstáculos na vida e a força com que os enfrentamos; também a segurança, a auto-suficiência, a auto-afirmação na obtenção das metas. Esta mais a linha da profissão (Mercúrio) e a do sucesso (Sol), nem sempre têm um traçado claro, algumas vezes tem mais de uma linha. São as que experimentam mais alterações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
A Arte Sagrada da Quiromancia
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Jogo Arte Da Guerra
» #002 - A arte de não ter medo!
» Arte da Espada Online BETA
» Hana Ninpou (Arte Ninja das Flores)
» Sumi Ninpou (Arte Ninja da Tinta)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hogwarts :: Livros :: Livros :: Adivinhação-
Ir para: