CalendárioFAQBuscarInícioPortalMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Astrologia Hermética - Libra

Ir em baixo 
AutorMensagem
Mollie E. Palmer
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 126
Data de inscrição : 19/04/2012
Idade : 20
Localização : Hogwarts

Histórico Bruxo.
Varinha: Faia / 23 cm / Maleável / Pelo de Hipogrifo
Animal de Estimação: Mandragora
Galeões:
9223372036854775807/9223372036854775807  (9223372036854775807/9223372036854775807)

MensagemAssunto: Astrologia Hermética - Libra   Seg Abr 23, 2012 4:52 pm

Astrologia Hermética - Libra
Libra - De 23 de Setembro a 22 de Outubro
Regências e Relações

Região do Corpo Rins
Metal Cobre
Pedras Preciosas Crisolita
Perfume Gálbano
Planta Pinho e cipreste
Flor Narciso
Planeta Vênus
Cor Verde
Elemento Ar
Palavra-Chave Amor
Dia da Semana Grasgarben e Hadakiel
Arcanjo Regente Uriel
Gênios do Zodíaco Grasgarben e Hadakiel
Tattwa Vayú

Querido discípulo:

Estamos agora no signo equilibrante de Libra. Este signo é casa de Saturno e Vênus. Os planetas Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, marte, Júpiter e Saturno, vivem e palpitam dentro de nossa consciência.
A alma desabrocha e se desenvolve dentre deste sistema solar que vive no fundo mesmo de nossa consciência.
Entre a morte e o novo nascimento, as almas boas devem se desenvolver dentro de cada uma das auras planetárias, cujas misturas formam aquilo que todos os livros espiritualistas denominam de planos.
Libra é o signo das forças equilibrantes e as forças de nosso organismo humano devem equilibrar-se em forma total nos rins. Todas as forças do Universo vivem buscando equilíbrio e nós devemos aprender o equilíbrio de todas as forças.
Não deveis misturar forças antagônicas, porque de tal mistura resultam forças terrivelmente destrutivas. Fixai-vos bem naqueles que vos rodeiam e não vivais em uma casa com pessoas cheias de ódio ou superficialidade, porque esta mistura de forças antagônicas cria forças destrutivas para vós e para os que convivam convosco. Aprendei pois a usar o força do equilíbrio.
Os intelectuais terminam vaiados ou loucos porque atentam contra as forças do equilíbrio. Imaginai um encontro de forças formando um X. Se vós fixais intensamente a atenção no centro das forças que formam o X, então entorpecereis a circulação dessas forças e o resultado será a deformação e a ruptura do centro ou núcleo desse X. Pois bem, levemos esse exemplo ao homem. Todo ser humano tem um encadeamento de sete veículos, e se reconcentramos a atenção na mente, corpo mental, que vem a ser o centro de nosso X, o resultado será a ruptura do corpo mental. Os intelectuais que apenas têm sua atenção fixada no intelecto terminam por romper o corpo mental. Quase todos os intelectuais têm suas manias, demências dissimuladas com teorias e maluquices (Basta se lembrar, para quem viu, o filme “Uma Mente Brilhante”) Antigamente o homem era mais simples e, como não tinha o intelecto da alma animal, percebia o mundo sutil e os gênios planetários.
Os homens antigos cresceram espiritualmente sob a influência da Ursa Maior e se os estudantes querem despertar a consciência, devem meditar intensamente na Ursa Maior. Esta constelação irradia forças espirituais poderosas e o homem deverá aprender a conversar com os gênios siderais dessa constelação.
Existe uma chave para o transladamento a essa constelação. A chave é meditar profundamente em uma pedra amarela que existe no astral. Fazei esta prática nos instantes de transição entre a vigília e o sono, então vos transladareis em corpo astral à maior estrela da Ursa Maior, onde existe uma poderosa e gigantesca civilização.
A partir do século XVII a Terra entrou em uma nova época de despertamento espiritual. Esse despertar brilhará com todo seu resplendor no signo de Aquário, a presente era. A causa desse despertar é devida à influência do grande iluminado Buda, que no século XVII se converteu no redentor da humanidade marciana e se crucificou nas forças de Marte para redimir aos marcianos e ajudar a nossa humanidade terrestre com as forças “Búdico-marcianas” que agora são irradiadas desde Marte. Na próxima lição falaremos detidamente de Buda-Marte. Miguel, Gabriel, Rafael e Orifiel são os quatro senhores que regem a balança cósmica e os quatra ventos: norte, sul, leste e oeste. Estes são os quatro Anjos dos quatro pontos cardeais da terra. A Astrologia Esotériaca deve viver na lei do perfeito equilíbrio. Lunes, miércoles, viernes, domingo, martes, jueves e sábado; eis a legítima e verdadeira ordem dos dias da semana.*(vide nota ao final)
Este é o autêntico e legítimo calendário que a seita Católico-Romana adulterou e que a nós cabe voltar a restaurar para viver de acordo com a lei do equilíbrio. A semana autêntica está baseada na lei do verdadeiro equilíbrio e ordem planetários. Devemos aprender a olhar com indiferença as alternativas de prazer e dor, de ganho e de perda. Diz o Bhagavad-Gita:

“A mente que segue aos sentidos errantes faz a alma tão inválida quanto o bote que o vento extravia sobre as águas.”
Ensina os Sutta Nipata:
“Mata a sensação, olha do mesmo modo o prazer e a dor, o ganho e a perda, a vitória e a derrota.”

Os nativos de Libra deverão viver intensamente este parágrafo a fim de transcender a dor.

Prática

Ponde-vos de pé, com os pés firmes e os braços estendidos para os lados em forma de balança ou cruz. Movimentai-os, inclinando a cintura 7 vezes para o lado direito e 7 vezes para os lado esquerdo, com a intenção de que todas as forças se equilibrem nos rins.

Tipo Astrológico de Libra

As pessoas nascidas sob o signo de Libra são muito hábeis para tudo. No entanto, sofrem muito no amor, pois seus amores e sua vida são tão instáveis como a balança.
Nota para a Segunda edição:

Considerando as dificuldades que algumas pessoas tiveram para se adaptar à semana astrológica na ordem dada por Samael Aun Weor, para uma melhor compreensão. Resolvemos acrescentar esta nota para a segunda edição. Esta é a ordem errada dos dias da semana, comumente usada depois da adulteração ou da reforma da calendário:

Domingo è dia do Sol (domingo)
Segunda-feira è dia da Lua (lunes)
Terça-feira è dia de Marte (Martes)
Quarta-feira è dia de Mercúrio (miércoles)
Quinta-feira è dia de Júpiter (jueves)
Sexta-feira è dia de Vênus (viernes)
Sábado è dia de Saturno (sábado)

Esta é a antiga e verdadeira ordem planetária:

Lua
Mercúrio
Vênus
Sol
Marte
Júpiter
Saturno

Ora, como a Lua rege o 1° dia e Saturno, o último e como o 1° dia da nossa semana (alterada) é domingo, este é o dia da Lua e os outros seguem de acordo. Esta é , portanto, a antiga e legítima semana astrológica:

Domingo è dia da Lua
Segunda-feira è dia de Mercúrio
Terça-feira è dia de Vênus
Quarta-feira è dia do Sol
Quinta-feira è dia de Marte
Sexta-feira è dia de Júpiter
Sábado è dia de Saturno

As REGÊNCIAS E RELAÇÕES de cada signo já estão de acordo com a seqüência acima.
Na primeira edição, fez-se a tradução dos nomes dos dias em espanhol para o português, razão porque resultou a ordem quebrada de Segunda-feira, Quarta-feira, Sexta-feira, Domingo, Terça-feira, Quinta-feira e Sábado. Nesta segunda edição, manteve-se as denominações espanholas que são:

lunes= dia da Lua
miércoles= dia de Mercúrio, etc.

O entendimento não é difícil, requer apenas um pouco mais de atenção do que aquela que aplicamos normalmente à simples leitura. Notas da segunda edição por Walmor Fonseca
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Astrologia Hermética - Libra
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Nova atualização automática para o Prodigy HD MM Duosat.
» Família Rolstroy
» Um Requien para os Lobos.
» [Clássica] Noite das máscaras
» [TUT] Narração, Estética, Pontuação e Outras Besteiras Mais

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hogwarts :: Livros :: Livros :: Astrologia-
Ir para: